Casa

Lenny Kravitz transformou esta plantação de café brasileira em um retiro artístico


Só existe uma pessoa que poderia transformar uma plantação de café do século XVIII no Brasil em um refúgio sereno de artista, adequado para escapar da realidade e se conectar à natureza. Embora você possa associar apenas Lenny Kravitz à sua música lendária, a estrela do rock não é estranha ao mundo do design. De fato, ele fundou sua própria empresa chamada Kravitz Design há 16 anos (e fez uma colaboração com a CB2) e foi essa experiência que o ajudou a dar vida à sua visão quando ele entrou no seu projeto mais recente.

Enquanto estava no Brasil há cerca de 10 anos, um amigo de Kravitz o convidou para visitar uma propriedade no campo antes de ele voltar para a América. Apesar de ter outros planos, Kravitz visitou o complexo e imediatamente se apaixonou. "Chegamos lá à noite e, na manhã seguinte, acordei na paisagem espetacularmente exuberante e bonita que você pode imaginar", conta ele Resumo arquitetônico. "Estávamos aninhados em um vale, cercado por montanhas, com cachoeiras, vacas, cavalos, macacos, fruteiras e hortaliças - toda a panóplia da natureza", acrescenta o roqueiro.

Kravitz abriu recentemente sua casa recém-reformada para a revista, e estamos tão felizes que ele o fez. Desde aquela viagem fatídica há uma década, Kravitz trabalha para transformar a propriedade arrebatadora em sua casa dos sonhos. Ele descreve sua visão como "um lugar para desconectar, reiniciar sua vida e reservar um tempo para ficar quieto e realmente ouvir a si mesmo", de acordo com DE ANÚNCIOS.

Continue navegando para dar uma olhada no mágico retiro brasileiro. Você sonha com uma viagem à América do Sul.

Simon Upton para o Architectural Digest

A primeira vez que Kravitz visitou a propriedade, ele acabou estendendo sua viagem e permanecendo por seis meses. Durante esse tempo, ele aprendeu a andar a cavalo com cowboys de verdade, fez um curso intensivo na agricultura e se reconectou à natureza, diz Kravitz. Resumo arquitetônico.

Simon Upton para o Architectural Digest

Kravitz foi muito prático quando se tratou de liderar o processo de design de sua propriedade brasileira. Quando ele começou, os interiores eram altamente influenciados pelos tempos coloniais e apresentavam pesados ​​móveis de madeira e papéis de parede que combinavam com os estofados. Então, Kravitz despejou tudo em suas raízes e enviou os móveis que ele queria incorporar em seu novo espaço, incluindo peças de fabricantes brasileiros como Oscar Niemeyer, Sergio Rodgrigues e Jore Zalszupin.

Simon Upton para o Architectural Digest

O visual final consegue manter os elementos tradicionais do Brasil com toques modernos que atendem aos gostos pessoais de design de Kravitz. "O ritmo aqui em baixo é lento, então tive a chance de viver com tudo e ver como interajo com ele", conta ele DE ANÚNCIOS. "Havia muita freestyling, tentativa e erro na decoração", acrescenta Kravitz. Agora, é um lugar para Kravitz e seus amigos, familiares e colaboradores visitarem uma pausa para a realidade em um local maravilhoso e inspirador.

Dirigir a Resumo arquitetônico para o passeio completo.

Em seguida: você não vai acreditar que a casa de praia de Sandra Bullock, no valor de US $ 6,5 milhões, fica na Geórgia.